quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

ADVFN

Agenda do investidor apenas com indicadores externos
Após um dia muito agitado nos mercados de renda variável, nesta quarta-feira (11/02) o investidor conseguirá acompanhar com mais tranquilidade os números que serão divulgados na agenda do investidor, uma vez que não há eventos de peso programados no cenário doméstico e, nos Estados Unidos, os relatórios terão um bom spread entre os horários de divulgação. Destaque para os números da Balança Comercial e o Orçamento do Tesouro da economia norte-americana.
Pacote de Obama aprovado, porém novo pacote de US$ 1,5 trilhão desaprovado
A movimentações das bolsas ao redor do mundo geraram muitas dúvidas nos investidores, pois a aprovação do pacote econômico proposto por Obama parecia ser a notícia que faltava para as cotações subirem a patamares ainda mais elevados, porém não foi isto que aconteceu. O Dow Jones fechou o pregão de ontem (10/02) com forte queda de 4,62%, e no mesmo campo negativo, Nasdaq fechou com queda de 4,20% e o S&P 500 recuando 4,9%. O pacote defendido pelo presidente Barack Obama de fato foi aprovado, com 61 votos favoráveis e 37 contrários, e com uma alteração no valor para US$ 838 bilhões. Porém, o que aparentemente desanimou os investidores foi o novo pacote econômico de US$ 1,5 trilhão anunciado pelo secretário do Tesouro norte-americano, Timothy Geithner, onde não será criado o esperado Badbank (responsável por comprar títulos podres dos bancos, limpando assim o balanço das instituições). O projeto irá estimular investidores privados para que adquiram ativos problemáticos relacionados a hipotecas e a maior fração do mega investimento será utilizada para aumentar a liquidez nos empréstimos tomados pelo mercado.
Últimos resultados corporativos
A maior siderúrgica do mundo, ArcelorMittal, registrou um prejuízo líquido de US$ 2,6 bilhões no último trimestre de 2008 devido a abruptas quedas na demanda por aço no período. Junto ao balanço, a empresa esclareceu que poderá demitir mais de 9.000 funcionários ao longo de 2009. O Credit Suisse, um dos maiores bancos suíços, reportou prejuízo líquido de aproximadamente 7 bilhões de dólares (25% a mais do que esperado pelos analistas). No Brasil, o banco Indusval registrou lucro líquido de R$ 71,7 milhões, valor 58,2% maior do que registrado em 2007. A Souza Cruz, fabricante de cigarros, também teve um resultado líquido no campo positivo, marcando em 2008 um lucro de R$ 1,249 bilhão, alta de 20,9% comparando com o resultado de 2007. A Brasil Telecom Participações registrou em 2008 uma receita líquida de R$ 782,2 milhões, alta de 16,2% em comparação com 2007.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.